Clube de Londres oferece pacote turístico com direito a vacinação em Dubai - ES360

Clube de Londres oferece pacote turístico com direito a vacinação em Dubai

Com anuidade de 25 mil libras, Knightsbridge Circle oferece viagem aos Emirados Árabes com direito a imunização com vacina da Sinopharm para associados com mais de 65 anos

A procura pela imunização contra a covid-19 se tornou o novo atrativo de um clube de elite no Reino Unido. Com anuidade de 25 mil libras, o Knightsbridge Circle de Londres decidiu oferecer a seus associados com mais de 65 anos um pacote turístico para Dubai com a vacinação incluída.

De acordo com o jornal britânico The Guardian, que publicou sobre o caso nesta quarta-feira, 3, vacinas da empresa chinesa Sinopharm vêm sendo oferecidas pelo sistema de vacinação dos Emirados Árabes Unidos aos associados do clube, como parte de uma parceria para atrair turistas à região. Este é o primeiro caso de um país usando seus suprimentos de vacina contra a covid-19 como um ponto de venda para turistas estrangeiros, em meio a uma escassez global de doses e pedidos para compartilhar o recurso com pessoas vulneráveis ​​e profissionais de saúde em todo o mundo.

O Knightsbridge Circle, que se apresenta como um “serviço de viagens e estilo de vida”, oferece dois pacotes pelo serviço, ambos disponíveis para maiores de 65 anos. O primeiro consiste no pagamento da anuidade completa de 25 mil libras. Já o pacote “mais econômico” custa a bagatela de 10 mil libras, que dá direito a uma associação provisória de três semanas e acesso à vacina. Para a segunda opção, no entanto, o associado deve cobrir seus custos com voos e três semanas de acomodação no país do Golfo Pérsico. Os voos diretos entre Reino Unido e UAE estão suspensos.

Um porta-voz do clube informou ao jornal britânico que tanto a associação anual quanto a associação por três semanas esgotaram e nenhum outro pedido foi feito.

Vacina chinesa por vacina inglesa

O Knightsbridge Circle recebeu ampla publicidade e milhares de novos pedidos de adesão no mês passado, quando alegou que poderia levar seus associados com 65 anos ou mais para os Emirados Árabes para “compromissos privados para a vacina Pfizer”, que já foi aprovada para uso no Reino Unido.

No entanto, o The Guardian verificou a alegação do clube com a Pfizer, que disse ter fornecido sua vacina apenas para o governo dos Emirados Árabes Unidos, não para qualquer empresa privada. Posteriormente, o clube confirmou a informação da Pfizer e disse que a vacina inglesa estaria disponível apenas para residentes nos Emirados, mas que esses poderíam fazer uso dos serviços oferecidos pelo clube, como chofer e outros.

Ainda de acordo com o clube, a parceria com o governo do país do Golfo permite o acesso à vacina Sinopharm, que ainda não foi aprovada no Reino Unido. “Knightsbridge Circle conseguiu fazer parceria com os Emirados Árabes Unidos para levar turismo para a área”, disse o porta-voz do clube. “Para esses turistas, é oferecida a vacina Sinopharm.”

Britânicos com mais de 65 anos estão em uma lista de alta prioridade para receber as vacinas AstraZeneca ou Pfizer, que são gratuitas e aprovadas pelos reguladores britânicos, mas o clube disse que sua associação está aberta a qualquer pessoa que tenha o Reino Unido como base a maior parte do ano.

Mais de 50 países começaram a vacinar suas populações, mas aumentam as preocupações de que a maioria dos países ricos monopolizem grande parte dos suprimentos que serão produzidos em 2021. Uma previsão da semana passada previa que levaria até pelo menos 2024 para que as vacinas atinjam a países mais pobres em quantidade suficiente para reduzir a transmissão de Sars-CoV-2.

No caso dos Emirados Árabes Unidos, a vacinação de residentes e cidadãos começou em meados de dezembro e, até agora, quase 25% de sua população foi imunizada. A previsão é de que metade de sua população seja vacinada em meados de março.


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
Dia a dia

ES registra 9 óbitos e 1.089 casos de covid-19 em 24h

Dia a dia

hacker preso no ES pela PF paga fiança e é solto

Tec

Satélite brasileiro será lançado na madrugada deste domingo

Dia a dia

Com ações inclusivas, Maranata leva ensinamentos a pessoas com deficiência