Cinco vinhos pontuados na revista Decanter que você encontra no ES. E por bom preço... - ES360

Cinco vinhos pontuados na revista Decanter que você encontra no ES. E por bom preço…

A edição de setembro da revista inglesa Decanter, uma das mais conceituadas no mundo do vinho, traz uma grande avaliação de vinhos do Chile, Argentina e Uruguai, principalmente, mas também do Brasil. Os vinhos nacionais são menos citados, mas ainda assim é possível encontrar boas notas para as produções da vinícola Guaspari, de São Paulo, e para um branco feito com a Semillon pela Pizatto no Rio Grande do Sul.

Há ótimas surpresas na lista. Óbvio, aparecem os ícones da América do Sul, como Almaviva, Seña, Cobos… Mas entre as muitas dezenas de citações, é possível encontrar muitos rótulos comercializados por aqui. E o melhor: fazer uma seleção daqueles brindados com mais de 90 pontos pelos críticos da revista. Outra seleção, necessária, foi relativa ao preço: nenhum dos vinhos aqui citados custa mais de R$ 180. Mas tem vinho com mais de 90 pontos por menos de R$ 100. Aí é achado total. Confira:

Tabali Vetas Blancas Cabernet Franc.

Recebeu 90 pontos da Decanter. A Tabali é uma vinícola chilena com impressionante capacidade de aliar boa qualidade a preços atraentes. O crítico define o vinho como um “Cabernet Franc de clima frio, com muita menta, aromas minerais, fruta preta brilhante e especiarias; na boca é intenso, tem acidez bem focada, corpo médio e taninos texturizados”. Custa R$ 119 no Carone.

Garzón Reserva Tannat.

Foi aquinhoado com respeitáveis 93 pontos pela Decanter. A revista dedica grande espaço para a produção uruguaia. “O foco aqui, como em todos os vinhos Garzón, está na expressão da fruta e no terroir, e não na madeira. É uma expressão maravilhosamente elegante da variedade, mostrando sabores de amora, taninos finos e especiarias de baunilha muito sutis”, diz o texto da revista. O vinho pode ser encontrado na Wine Vix por R$ 125,00

Condeminal Poncho Pampa Crianza Pinot Noir.

O vinho de rótulo discreto da Condeminal recebeu portentosos 96 pontos (sim: 96 pontos) numa avaliação de Pinot Noir produzidos na América do Sul. Olha a definição do crítico da Decanter para o tinto: “Nariz de tabaco, terroso e floral com sabores de frutas vermelhos maduros. Bastante resolvido mesmo sendo tão jovem,
com taninos calcários
e acidez refrescante. Grande potencial de desenvolvimento. Vinho brilhante!” Sabe quanto custa? R$ 78 no Carone.

Leyda Single Vineyard Garuma Sauvignon Blanc.

Um branco de 92 pontos. O excelente vinho chileno é assim definido pelo crítico da revista: “Este vinhedo localizado nas encostas voltadas para o oeste recebe abundantes brisas frescas do oceano, o que contribui para seus aromas pungentes de pimentão verde, aspargo, limão e notas tropicais. Na boca, apresenta bela textura e boa concentração de fruta sustentada por uma acidez picante.” Custa R$ 180 na Grand Cru.

Emiliana Signos de Origen Syrah.

Signos de Origen é uma grandiosa linha de vinhos aa Emiliana, vinícola de produção orgânica do Chile. Recebeu 90 pontos da Decanter. E foi assim definido pela revista: “Frutas escuras com fumaça sutil, chocolate e
aromas de especiarias com paladar rústico e saboroso; silenciosamente impressionante.” Custa R$ 170 na Wine Vix.

Há mais de 10 anos escrevo sobre vinhos. Não sou crítico. Sou um repórter. Além do conteúdo da garrafa, me interessa sua história e as histórias existentes em torno dela. Tento trazer para quem me dá o prazer da sua leitura o prazer encontrado nas taças de brancos, tintos e rosés. E acredite: esse prazer é tão inesgotável quanto o tema tratado neste espaço.

Os artigos publicados pelos colunistas são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam as ideias ou opiniões do ES360.


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais Colunas

Seis “vinhos de supermercado” (que valem a pena) por menos de R$ 80

Garrafa e taça de vinho. Foto: Pixabay

Sete vinhos para sete estilos de pai

Separamos uma pequena lista de sugestões para o Dia dos Pais. São vinhos fáceis de encontrar. E todos abaixo de R$ 100

Os vinhos da quarentena (04). Linhas confiáveis

Quarta coluna da série mostra como os vinhos produzidos pela VDA (Viña de Aguirre) têm qualidade bem superior ao preço por eles cobrados

Vinhos da quarentena (03) – O desconhecido

Os vinhos da quarentena – uma lição a cada rótulo

Vinho branco. Foto: Pixabay

Vinhos brancos para acompanhar a torta capixaba