Cinco dicas de redação para não errar no Enem - ES360

Cinco dicas de redação para não errar no Enem

Conheça os passos iniciais para a preparação de um texto dissertativo-argumentativo, como é solicitado por boa parte dos exames vestibulares

  • Marli Siqueira Leite

Como esclareci aqui anteriormente, esta página pretende abordar duas temáticas principais: uma, a leitura, com dicas de textos literários e não literários – lançamentos de livros, poemas, filmes, artigos interessantes e atuais – para todas as idades; outra, a escrita, com sugestões para a elaboração de textos em geral, mas com um foco maior nas redações para o ENEM e os vestibulares: solicitação de muitos alunos. É sobre a redação escolar e, mais precisamente, sobre a redação solicitada pelos exames ao final do ensino médio que trataremos hoje. Afinal, o ENEM está próximo!

Fui professora de Língua Portuguesa no ensino fundamental durante anos, depois passei à universidade com foco na literatura, mas nunca deixei de acompanhar alunos individualmente, em aulas particulares de leitura e redação. Muitos(as) chegaram a cobrar a divulgação de meu trabalho nas redes sociais. Confesso que relutei um pouco porque temia que as orientações pudessem ser lidas como receitas. Não há receita para a escrita, assim como não há receita para viver e ser feliz, não é? Mas, depois de tantos anos ensinando a ler e a escrever, algumas descobertas e constatações podem, sim, ser compartilhadas. Além disso, a minha participação no processo de avaliação das redações do ENEM por três anos também surge como bagagem para o compartilhamento das observações e reflexões sobre a escrita, sobretudo entre os jovens. Pois bem, acabei me rendendo!

Partindo da ideia de que se aprende a escrever arregaçando as mangas e escrevendo e de que ninguém poderá fazer isso por você, sugiro, na pauta de hoje, cinco passos iniciais para a preparação de um texto dissertativo-argumentativo, como é solicitado pelo ENEM e por boa parte dos exames vestibulares. Registre aí!

A leitura atenta da proposta e dos textos da coletânea

A clareza em relação ao tema e tipo discursivo solicitados é crucial. O aluno poderá escrever um excelente texto, porém, se não cumprir a proposta, de nada adiantará.

O planejamento do texto

Aproveite a cabeça ainda fresca no início da escrita e planeje, indicando palavras e expressões-chave, os pontos principais de cada parte de seu texto (introdução, desenvolvimento e conclusão).

A elaboração do rascunho

Agora que você já definiu um norte para o seu texto, é chegado o momento de dar corpo ao que foi planejado. Mãos na massa!

A revisão

Momento importantíssimo para retomar a proposta e sua escrita, considerando os aspectos relativos ao conteúdo e à forma.

A reescrita final

É hora da conclusão da tarefa, que exige atenção para mais alguns ajustes, se necessário, e cuidado com a legibilidade de sua escrita.

Nas próximas postagens, tratarei, mais detalhadamente, do texto dissertativo-argumentativo e de cada um desses passos. Fique atento(a)!

Marli Siqueira Leite é colunista do ES360

Mais notícias
Teste

Teste do campo de Autoria

Bem-estar

"O ES pode colapsar junto", afirma secretário de Saúde

Dia a dia

Saiba como agendar a vacina contra covid no Espírito Santo

Esportes

Olimpíada deve receber número limitado de torcedores