Chuva: nove cidades do Estado estão com alerta de risco alto - ES360

Chuva: nove cidades do Estado estão com alerta de risco alto

Pelo menos 467 pessoas estavam fora de casa até as 6 horas desta terça-feira. Há alerta de chuvas intensas para 61 municípios

Alagamento na avenida Délio Silva Britto, em Coqueiral de Itaparica, Vila Velha. Foto: João Vitor Gomes
Alagamento na avenida Délio Silva Britto, em Coqueiral de Itaparica, Vila Velha. Foto: João Vitor Gomes

 

Nove municípios do estado continuam sob risco alto ou muito alto para chuvas e deslizamentos de terra, segundo a Defesa Civil Estadual. Também há alerta de chuvas intensas em 61 municípios capixabas. Em Vila Velha, onde 26 pessoas tiveram que deixar suas casas nesta segunda-feira (2), o risco é considerado muito alto para chuvas. Já em Alfredo Chaves, Anchieta, Fundão, Cariacica, Vitória, Pancas, Guarapari e Viana, o risco é considerado alto. Outras regiões do estado estão sob alerta moderado. Até as 11h desta terça-feira (3), a Defesa Civil contabilizava 550 pessoas fora de casa devido às chuvas. Só em Alfredo Chaves eram 250.

Em Cariacica, o corpo de um homem foi encontrado nesta segunda pela manhã na zona rural, possivelmente vítima de afogamento. Ele teria saído de carro para socorrer um amigo durante as chuvas e foi levado pela correnteza.

No município, foram registradas 34 ocorrências por desabamento de muros e 27 por deslizamentos. Diversos bairros registravam alagamentos, entre eles: Vila Rica, Itacibá, Nova Rosa da Penha, Itaquari, Bela Vista, Aparecida e Campo Grande.

> Defesa Civil de Cachoeiro emite alerta de elevação de rio

Em Vila Velha, alagamentos tomavam contas de ruas nas regiões da Grande Terra Vermelha, Cobilândia e Ponta da Fruta. Uma casa de três andares precisou ser interditada, em Vila Garrido, após a laje do último pavimento desabar. Também foram registradas quedas de muros.

Já em Viana, os principais pontos de alagamento foram nos bairros Tanque, Coqueiral de Viana, Baía Nova, Vila Bethânia, Santo Agostinho , Morada de Betânia, Canaã, Bom Pastor e Nova Bethânia. Houve deslizamentos de terra em vários bairros e duas famílias precisaram ser resgatadas de helicóptero em Baía Nova, totalizando 11 pessoas.

Chuva forte provoca alagamento em Marechal Floriano. Foto: Internauta
Chuva forte provoca alagamento em Marechal Floriano. Foto: Internauta

Novas enchentes

No interior, municípios afetados pelas chuvas de janeiro também voltaram a registrar ocorrências, nesta segunda-feira. Em Iconha, deslizamentos de terra e alagamentos impediam o acesso a vários bairros e distritos, como Santo Antônio, Nova Esperança, Córrego Cecília, Pedra D’água e Palmital. Em Duas Barras, a ponte foi levada, deixando a comunidade sem acesso.

Em Anchieta, o dique de Limeira rompeu, alagando casas e deixando parte da comunidade ilhada. Até a noite, o número de desalojados ainda não havia sido contabilizado.

Em Marechal Floriano, o rio Jucu e o rio Fundo subiram, alagando ruas do centro e do interior. Vinte pessoas estão desabrigadas.

No norte do estado, foram registrados alagamentos em Fundão, Itarana e Nova Venécia. Em Pancas, 72 pessoas tiveram que deixar suas casas. Uma pequena represa no distrito de Vila Verde rompeu.

Pontos da BR-262 e da BR-101 tiveram interdições ao longo do dia. O tráfego no Km 299 da BR-101, em Viana, era realizado pelas vias centrais e, no Km 327, em Guarapari, o trânsito seguia por uma faixa no sentido Vitória, devido a alagamento.

02-03-2020 - Rio Itapemirim volta a subir após chuva forte em Cachoeiro de Itapemirim. Foto: Internauta
Rio Itapemirim volta a subir após chuva forte em Cachoeiro de Itapemirim. Foto: Internauta

Moradores de Cariacica fecham ruas em protesto

Em protesto contra os prejuízos provocados pelas chuvas, moradores de Itacibá e Itanguá, em Cariacica, fecharam várias vias de acesso a esses e outros bairros da região. Pela manhã, na rua Clarício Alves Ribeiro, em Itanguá, a população ateou fogo em móveis destruídos pelos alagamentos provocados pelas chuvas da noite de domingo e madrugada desta segunda.

A rua São Jorge, que liga Itacibá a Nova Brasília, também foi bloqueada em pelo menos seis pontos por quase 10 horas. Os ônibus que circulam pela região tiveram que desviar suas rotas. A pista só foi liberada por volta das 19 horas, quando equipes de limpeza da prefeitura de Cariacica estiveram no local para fazer a limpeza. A Ceturb-ES informou que o sistema operou normalmente no local.


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
Dinheiro

Espírito Santo terá loteria estadual até julho

Dia a dia

Mais de 117 mil pessoas receberam 1ª dose da vacina no ES

Dia a dia

Saiba como funciona bafômetro que identifica álcool no ar

Dia a dia

Com ações inclusivas, Maranata leva ensinamentos a pessoas com deficiência