Chocolate e café com autêntico sabor capixaba - ES360

Chocolate e café com autêntico sabor capixaba

Espaço aberto em Vitória serve produtos que são plantados e colhidos no estado; consumidor pode acompanhar todo o preparo

Chocolate é feito, inclusive, com o cacau premiado de Linhares. Foto: Chico Guedes
Chocolate é feito, inclusive, com o cacau premiado de Linhares. Foto: Chico Guedes

Vitória ganhou uma fábrica de chocolates e um espaço para a torrefação de café inteiramente capixabas, no Lounge Findes Sicoob da Findes (Federação das Indústrias do Espírito Santo), na avenida Nossa Senhora da Penha. Lá, a cafeteria Cafés Especiais do ES e a loja de chocolates artesanais Santo Cacau, ambas geridas pela Agrocoop (Cooperativa Agroindustrial do Espírito Santo), servem grãos especiais, sucos e geleias produzidos em várias regiões do estado.

As duas lojas se diferenciam por vender produtos que são plantados e colhidos apenas por agricultores capixabas — à exemplo do cacau que vem de Linhares, no Norte do estado — reconhecido como um dos 36 produtos brasileiros que conquistaram indicação geográfica por meio de um acordo comercial entre o Mercosul e a União Europeia.

Neste primeiro momento, a intenção é focar nos itens de linha premium. Só depois que será possível disponibilizar outros mais baratos, como os chocolates ao leite. O horário de funcionamento da cafeteria e da chocolateria é de segunda a sexta-feira, das 8h às 19h, e aos sábados, das 8h às 12h.

Torrefação de café é feita na hora e consumidor pode acompanhar e levar produto para casa, caso queira adquirir. Foto: Chico Guedes
Torrefação de café é feita na hora e consumidor pode acompanhar e levar produto para casa, caso queira adquirir. Foto: Chico Guedes

Além disso, para instigar ainda mais a curiosidade, é permitido que o cliente acompanhe a confecção de todos os produtos por meio de uma estrutura de vidro. Ao final, caso a pessoa tenha se interessado, pode levar o item para casa.

Segundo o presidente da Agrocoop, Wellington Pompermayer, a expectativa é que os locais virem uma referência de onde é possível comprar itens diretamente do produtor.

Esse, aliás, já é um ideal compartilhado em todos os empreendimentos do lounge, onde estão abrigadas as duas marcas. “Hoje, todos os nossos produtos são capixabas. Lá dentro, por exemplo, até o queijo que usamos para fazer o sanduíche é feito por cooperativas do estado’’, ressalta Wellington.

Já para este ano, a Santo Cacau ainda promete outros projetos: a partir deste mês, espera-se criar oficinas de produção de chocolates com crianças; levar palestras, aulas e shows com importantes nomes da gastronomia; bate-papo com produtores e criar um local de compartilhamento de conhecimento sobre o agronegócio.

Espaço para trabalho compartilhado

Local tem espaço de lanchonete e área de coworking. Foto: Chico Guedes
Local tem espaço de lanchonete e área de coworking. Foto: Chico Guedes

Conhecido por ser um espaço de “coworking”, o Lounge Findes Sicoob também possui área para a realização de pequenos eventos e reuniões, além de uma agência do Sicoob. Todas os espaços são integrados e compartilhados. Isso, segundo o presidente do Sicoob Sul-Serrano, Cleto Venturim, deve propiciar o aumento da geração de parcerias na capital capixaba, além de promover a troca de experiências entre as organizações, associados e pesquisadores que atuam no local.

Mais notícias
Dia a dia

Três acidentes causam mortes de policiais neste Carnaval

Dinheiro

Seu Dinheiro: como evitar prejuízo na compra do dólar

Dia a dia

Orla de Anchieta será revitalizada a partir de março

Dia a dia

Vereador da Serra morre em acidente na BR-101