Cerveja Session, Double e Imperial. Você sabe o que é isso? - ES360

Cerveja Session, Double e Imperial. Você sabe o que é isso?

Cervejas com a descrição dos estilos Imperial, Double e Session no rótulo. Foto: Letícia Orlandi
Cervejas com a descrição dos estilos Imperial, Double e Session no rótulo. Foto: Letícia Orlandi
  • Por Mais lúpulo, por favor
     

Nos rótulos das cervejas artesanais geralmente são apresentadas mais informações sobre a bebida do que os rótulos comerciais, incluindo a temperatura ideal para consumo, amargor, cor, acidez e até intensidade do aroma.

Já ao lado do nome do estilo ocasionalmente aparecem as expressões “Session”, “Imperial” ou “Double”. Mas você sabe o que significa isso? Esses termos representam a intensidade que o estilo da cerveja é apresentado.

Quando a cerveja recebe o nome de Session, por exemplo, ela apresenta o estilo mais atenuado e com teor alcoólico menor, até 5% de ABV. Uma Session IPA, por exemplo, tem amargor mais atenuado do que um estilo regular, mas continua sendo bem aromática. Um IPA normal tem entre 5,5% e 7,5% de álcool.

Por outro lado, quando há a expressão “Imperial”, a cerveja apresenta a versão acentuada do estilo, com graduação alcoólica maior, geralmente acima de 7,5%. Para a mesma característica também se utiliza o termo “Double”.

Esse termo é muito utilizado para variações do estilo IPA (India Pale Ale) para indicar que além de serem mais fortes, também apresentam mais intensidade de aroma e amargor provenientes dos lúpulo. Algumas chegam a usar a expressão Triple IPA, por terem grau ainda maior de aroma, amargor e álcool.

Variações das cervejas escuras Stouts também utilizam com frequência o termo “Imperial”. Mais conhecidas pelas versões RIS ou Russian Imperial Stouts, esse estilo tem entre 8% e 12% de álcool, amargor intenso equilibrado com dulçor. Seu perfil é licoroso.

Para conhecerem na prática esse a denominação das intensidades dos estilos, vamos de exemplos de cervejas capixabas? Confira na lista:

Session

• Alchemist, Session IPA da Kingbier, de Vila Velha. Tem 4,2% de álcool e IBU 34. Foi premiada na Copa das Cervezas do Chile.
• Session IPA Barba Ruiva, de Domingos Martins, com 4,0% álcool.
• Session IPA Cervejaria Mestra, da Serra. Feita com cinco tipos de lúpulos, tem 4,9% ABV e 37 IBU.

Double

• Maré Brava é uma Double IPA premiada da Cervejaria Trindade, de Vitória. Possui 8,7% de álcool e 87 de IBU.
• Mordida do Tyson, da Hood Cervejaria, de Vila Velha. Tem 65 de IBU e 8,2% de álcool.

Imperial

• RIS (Russian Imperial Stout) da Cervejaria Trarko, de Domingos Martins. Com café arábica, nibs de cacau e caramelo belga em sua composição É uma das cervejas mais alcoólicas do estado, 17% de ABV, com 82 IBU.
• Nuts for Vanilla, RIS da Hood Cervejaria. Tem 9,5% de álcool e 52 de IBU e conta com adição de avelã e baunilha. Foi premiada no Mondial de La Biére 2019.

Mais lúpulo, por favor é uma coluna do ES360

Mais notícias
Dia a dia

Dicas para curtir o feriadão mesmo em dias chuvosos

Dia a dia

Mais de 400 pessoas deixam as casas após chuva no ES

Dia a dia

Fragmentos de óleo são encontrados em Jacaraípe

Dia a dia

Represa se rompe em Marechal Floriano