Cerveja Session, Double e Imperial. Você sabe o que é isso? - ES360

Cerveja Session, Double e Imperial. Você sabe o que é isso?

Cervejas com a descrição dos estilos Imperial, Double e Session no rótulo. Foto: Letícia Orlandi
Cervejas com a descrição dos estilos Imperial, Double e Session no rótulo. Foto: Letícia Orlandi
  • Por Mais lúpulo, por favor
     

Nos rótulos das cervejas artesanais geralmente são apresentadas mais informações sobre a bebida do que os rótulos comerciais, incluindo a temperatura ideal para consumo, amargor, cor, acidez e até intensidade do aroma.

Já ao lado do nome do estilo ocasionalmente aparecem as expressões “Session”, “Imperial” ou “Double”. Mas você sabe o que significa isso? Esses termos representam a intensidade que o estilo da cerveja é apresentado.

Quando a cerveja recebe o nome de Session, por exemplo, ela apresenta o estilo mais atenuado e com teor alcoólico menor, até 5% de ABV. Uma Session IPA, por exemplo, tem amargor mais atenuado do que um estilo regular, mas continua sendo bem aromática. Um IPA normal tem entre 5,5% e 7,5% de álcool.

Por outro lado, quando há a expressão “Imperial”, a cerveja apresenta a versão acentuada do estilo, com graduação alcoólica maior, geralmente acima de 7,5%. Para a mesma característica também se utiliza o termo “Double”.

Esse termo é muito utilizado para variações do estilo IPA (India Pale Ale) para indicar que além de serem mais fortes, também apresentam mais intensidade de aroma e amargor provenientes dos lúpulo. Algumas chegam a usar a expressão Triple IPA, por terem grau ainda maior de aroma, amargor e álcool.

Variações das cervejas escuras Stouts também utilizam com frequência o termo “Imperial”. Mais conhecidas pelas versões RIS ou Russian Imperial Stouts, esse estilo tem entre 8% e 12% de álcool, amargor intenso equilibrado com dulçor. Seu perfil é licoroso.

Para conhecerem na prática esse a denominação das intensidades dos estilos, vamos de exemplos de cervejas capixabas? Confira na lista:

Session

• Alchemist, Session IPA da Kingbier, de Vila Velha. Tem 4,2% de álcool e IBU 34. Foi premiada na Copa das Cervezas do Chile.
• Session IPA Barba Ruiva, de Domingos Martins, com 4,0% álcool.
• Session IPA Cervejaria Mestra, da Serra. Feita com cinco tipos de lúpulos, tem 4,9% ABV e 37 IBU.

Double

• Maré Brava é uma Double IPA premiada da Cervejaria Trindade, de Vitória. Possui 8,7% de álcool e 87 de IBU.
• Mordida do Tyson, da Hood Cervejaria, de Vila Velha. Tem 65 de IBU e 8,2% de álcool.

Imperial

• RIS (Russian Imperial Stout) da Cervejaria Trarko, de Domingos Martins. Com café arábica, nibs de cacau e caramelo belga em sua composição É uma das cervejas mais alcoólicas do estado, 17% de ABV, com 82 IBU.
• Nuts for Vanilla, RIS da Hood Cervejaria. Tem 9,5% de álcool e 52 de IBU e conta com adição de avelã e baunilha. Foi premiada no Mondial de La Biére 2019.

Mais lúpulo, por favor é uma coluna do ES360

Mais notícias
Dia a dia

Inpe emite alerta de onda de frio para 18 municípios do ES

País

Atacado por aliados de Bolsonaro, inquérito das fakes news teve aval da AGU

País

Roberto Jefferson disse que não vai entregar celular à PF

Dia a dia

Advogado avalia redução de mensalidades em escolas