Cenógrafo e figurinista, Carlos Colabone morre aos 60 anos - ES360

Cenógrafo e figurinista, Carlos Colabone morre aos 60 anos

Colabone morreu nesta madrugada, vítima de parada cardíaca, aos 60 anos. Seu corpo foi sepultado em Rio Claro, no interior paulista

Carlos Colabone morreu aos 60 anos. Foto: Divulgação
Carlos Colabone morreu aos 60 anos. Foto: Divulgação

O cenógrafo e figurinista Carlos Colabone morreu na madrugada desta quarta-feira, dia 27, vítima de parada cardíaca, aos 60 anos. Nascido em Rio Claro, no interior paulista o corpo do artista seguiu para a cidade, onde foi sepultado.

Os trabalhos na capital começaram ainda nos anos 1980, quando Colabone assinou cenografias para as peças do Teatro de Arena, na direção de Fauzi Arap (1938-2013), entre elas, Risco e Paixão (1989) e A História Acabou (1991).

Em 1994, criou a cenografia de Vestido de Noiva, peça de Nelson Rodrigues, para a produção do Grupo Tapa, dirigida por Eduardo Tolentino de Araújo. O trabalho de Colabone recebeu o extinto Prêmio Molière. No ano passado, voltou aos palco atuando em Reflexo Guimarães, de Gonzaga Pedrosa. Colabone também foi jurado do Prêmio Shell de Teatro – São Paulo.

Estadão Conteúdo


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
Dia a dia

Espírito Santo tem seis mortes pelo coronavírus e 1.094 casos em 24 horas

Dia a dia

Eventos infantis serão liberados a partir de 3 de novembro

País

Bolsonaro diz que Forças Armadas estão prontas para “garantir liberdade”

Dia a dia

Anvisa libera importação de 6 milhões de doses da Coronavac