Cegar para melhor enxergar - ES360

Cegar para melhor enxergar

A autora convidada desta coluna é Maria Claudia Basílio, psicóloga formada pela Universidade Federal do Espírito Santo. Especialista em Psicologia Sistêmica da Família, tradutora, intérprete de Libras e Consultora de Recrutamento e Seleção na Selecta.

Recrutamento e seleção às cegas, uma inovação que já está batendo à porta. Se inovação, criatividade e diversidade são valores para a sua instituição, então comece pelo processo de recrutamento dos profissionais que farão parte deste quadro. Assim, através de equipes com perfis, competências e habilidades diversificadas, conseguirá maximizar seus resultados.

No processo de recrutamento atual, organizado com dinâmicas e entrevistas, os conceitos, estigmas e paradigmas influenciam as escolhas, ainda que por vezes você não perceba. No entanto, isso pode ser mudado. Para contribuir com a mudança de caminhos e alterar o curso, surgiu, inicialmente na Europa, uma nova forma de recrutar: o Recrutamento e Seleção às Cegas. Nesse processo, os recrutadores avaliam os profissionais por suas experiências e habilidades. Quaisquer outros fatores, como idade, estado civil, gênero, são desconsiderados.

A técnica de recrutamento visa a diminuir as chances de discriminação aos candidatos, consciente ou inconscientemente, constituída por preconceitos ou por falta de foco em seus aspectos profissionais. Nos processos de Recrutamento e Seleção às Cegas, não há perguntas sobre o curso, o nome da instituição de ensino, gênero ou idade do candidato. O que importa é entender como o seu propósito está alinhado à empresa solicitante.

Como as características pessoais ficam de lado na hora da seleção, é possível focar no que realmente importa: os aspectos profissionais e comportamentais. Todos os profissionais envolvidos no Recrutamento e Seleção devem considerar características técnicas, competências, habilidades e tendências comportamentais. Em todas as fases do processo seletivo, esses são os critérios que devem ser considerados.

É muito importante que ocorra o alinhamento e a capacitação dos recrutadores envolvidos no processo. Eles devem estar preparados para considerar os aspectos técnicos e profissionais, deixando de lado possíveis preconceitos e crenças limitantes.

As técnicas de Recrutamento e a Seleção às Cegas não impedem a empresa realizar entrevistas presenciais nas fases finais do processo. Isso é bastante positivo, porque apresenta ao candidato a cultura da empresa e seus valores.

Vânia Goulart é mestre em Administração Estratégica pela FUCAPE. Especialista em Psicologia Organizacional e do Trabalho. Coach Profissional pelo Personal and Professional Coaching com Certificação pelo ICI - Integrated Coaching Institute, Sênior Coaching Program com Certificação e Coaching de Carreira também pelo ICI e Formação em GEN - Gestão Estratégica com Neurociências pela TAI Consultoria. Psicóloga formada pela Universidade Federal do ES. Docente Acadêmica nos Cursos MBA em Gestão de Pessoas da Fundação Getúlio Vargas – FGV, UVV, Faesa e Multivix. Atua como Diretora fundadora da SELECTA, Consultora da área de Gestão de Pessoas, com trabalhos realizados em Atração e Retenção de Talentos, Orientação Profissional, Coaching, Gestão e Avaliação, T&D. Colunista do Metro Jornal e da Rádio Band News FM Espírito Santo.

Os artigos publicados pelos colunistas são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam as ideias ou opiniões do ES360.

Mais Colunas

Dicas para manter conversas difíceis, sem parecer agressivo

ACORDO NEGÓCIO

Elogiar faz a diferença nas relações pessoais e de trabalho

Na coluna Vida e Carreira, a psicóloga Vânia Goulart conversa sobre a importância do elogio e fala sobre o papel da crítica na figura do gestor

FELIZ

A importância de se comemorar as conquistas diárias

Crianças

Características das crianças que podem ser úteis na carreira

Na coluna Vida e Carreira, Vânia Goulart conversa sobre a importância de experimentar e fala sobre certos aspectos do espírito infantil

MULHER CARREIRA PROFISSIONAL

Aprenda a desenvolver a capacidade de aprender

Na coluna Vida e Carreira, Vânia Goulart fala sobre essa habilidade e conversa a respeito das circunstâncias que afetam o cotidiano de trabalho

LIDERANÇA EMPRESA CARREIRA

A confiança na consolidação da carreira

Na coluna Vida e Carreira, a comentarista Vânia Goulart fala sobre a relação da segurança e a manutenção de um trabalho bem feito