Ceará e Cruzeiro empatam e ampliam jejuns de vitórias - ES360

Ceará e Cruzeiro empatam e ampliam jejuns de vitórias

Essa é a quarta partida sem um placar positivo para a equipe mineira. Resultado deixa o time em 16º na tabela, com 19 pontos

Em partida sem grandes emoções, Ceará e Cruzeiro empataram nesta quarta-feira na Arena Castelão, em Fortaleza, pela 21ª rodada do Brasileirão. Foto: Foto: Pedro Chaves/ Lightpress/ Cruzeiro
Em partida sem grandes emoções, Ceará e Cruzeiro empataram nesta quarta-feira na Arena Castelão, em Fortaleza, pela 21ª rodada do Brasileirão. Foto: Foto: Pedro Chaves/ Lightpress/ Cruzeiro

Ceará e Cruzeiro se complicaram um pouco mais no Campeonato Brasileiro e ainda aumentaram os seus jejuns de vitórias com o empate sem gols entre os dois times, nesta quarta-feira à noite, na Arena Castelão, em Fortaleza, pela 21ª rodada. Os donos da casa não vencem há sete jogos, nos quais acumularam três empates e quatro derrotas, enquanto os mineiros completaram a quarta partida sem triunfos – uma igualdade e três revezes neste período.

> Fla bate Inter em 8ª vitória seguida e garante folga na ponta
> Com um a menos, Botafogo perde para o Bahia por 2 a 0

O empate manteve o Ceará próximo da zona de rebaixamento, no 14º lugar, com 23 pontos. O Cruzeiro, enquanto isso, deixou provisoriamente a zona do descenso, mas segue em pior situação, na 16ª posição, com 19 pontos.

O volante Henrique, sem motivos para comemorar diante da má fase celeste, completou 500 jogos com a camisa do Cruzeiro. Ele chegou ao clube em 2008 e acumula dez títulos com a camisa celeste.

> Corinthians empata em Quito e está fora da Sul-Americana

No primeiro tempo da partida desta quarta-feira, o clube mineiro ficou em cima do Ceará e tentou acabar com a sequência negativa. Pedro Rocha chegou a assustar aos 4 minutos em uma cabeçada e até marcou aos 21, mas foi assinalado impedimento.

Aos 26, Diogo Silva evitou o gol celeste ao fazer grande defesa após boa jogada de Éderson. As duas últimas chances, no entanto, foram do Ceará. Aos 44 minutos, Bergson recebeu nas costas de Orejuela e finalizou dando trabalho ao goleiro Fábio. Três minutos depois, Ricardinho levantou para Thiago Galhardo que, entre os zagueiros, cabeceou e fez Fábio se esticar todo para espalmar.

O segundo tempo demorou a engrenar. A primeira chance ocorreu apenas aos 25 minutos. Thiago Galhardo colocou a bola na trave cruzeirense. Antes, Fábio já havia feito uma grande defesa após Matheus Gonçalves entortar Dedé e finalizar com perigo. O Cruzeiro só acordou aos 36 minutos. O veterano Fred ficou com a bola rebatida e tentou de bicicleta, mas Diogo Silva pegou bem. Apesar das tentativas, nada de gols.

O Ceará, na 22ª rodada, voltará a enfrentar um clube mineiro, agora, o Atlético, no domingo, às 19 horas, no estádio Independência, em Belo Horizonte. O Cruzeiro, por sua vez, jogará mais uma fora de casa. O adversário será o Goiás na segunda-feira, às 20 horas, no Serra Dourada, em Goiânia.

Estadão Conteúdo

Mais notícias
Dia a dia

Espírito Santo tem seis mortes pelo coronavírus e 1.094 casos em 24 horas

Dia a dia

Eventos infantis serão liberados a partir de 3 de novembro

País

Bolsonaro diz que Forças Armadas estão prontas para “garantir liberdade”

Dia a dia

Anvisa libera importação de 6 milhões de doses da Coronavac