Casagrande se reúne com Bolsonaro e pede agilidade na vacinação contra covid - ES360

Casagrande se reúne com Bolsonaro e pede agilidade na vacinação contra covid

Segundo o governador, o presidente da República se comprometeu a assinar ainda nesta segunda (14) uma medida provisória que prevê a liberação de R$ 20 bilhões para compra de todas as vacinas que forem aprovada pela Anvisa

Casagrande ao lado de Bolsonaro, Tyago Hofmann e Marcos Kneip. Foto: Presidência da República

O  governador Renato Casagrande se reuniu com o presidente da República, Jair Bolsonaro, no Palácio do Planalto, em Brasília, na tarde desta segunda-feira (14). A agenda foi solicitada pelo governador capixaba, que levou ao presidente pedidos para  investimentos em infraestrutura necessários no Estado, como a consolidação do Corredor Centro-Leste e a duplicação da BR-262. Casagrande tratou também das vacinas contra a covid. Ele foi acompanhado pelos secretários de Governo, Tyago Hoffmann, e de Desenvolvimento, Marcos Kneip, e presenteou o presidente com uma panela de barro e uma camisa com a palavra Capixaba.

A respeito da vacina, Casagrande disse que reafirmou a posição de que o governo adquira vacinas de todos os laboratórios aprovadas pela Anvisa e propôs ao presidente, em nome dos outros governadores, que o governo entre em contato com a Índia para fornecimento de insumos para dobrar a produção da vacina da Astrazeneca, que será produzida pela Fiocruz. Dessa forma, das 500 mil doses planejadas, a entidade poderia produzir 1 milhão de doses ao dia. O governador também defendeu a vacinação obrigatória.

“Quem não está imunizado pode passar para outra pessoa que às vezes tem algum tipo de fragilidade. Minha posição pessoal é a posição da obrigatoriedade, mas tenho que respeitar a posição do presidente da República”, disse.

A Casagrande, Bolsonaro disse que está assinando ainda nesta segunda-feira a medida provisória que vai liberar crédito de R$ 20 bilhões para compra de todas as vacinas aprovadas pela Anvisa para todos os brasileiros que quiserem se vacinar.

Além disso, foram tratados assuntos como infraestrutura, especialmenteo corredor centro-leste de movimentação de cargas entre Espírito Santo, Minas Gerais, Goiás e Mato Grosso. O governador pediu que a transposição da Serra do Tigre esteja no plano de investimento na antecipação da renovação da concessão da Ferrovia Centro-Atlântica, administrada pela VLI. Com o investimento da companhia Docas, que será concedida, e os portos privados em Aracruz, da Imetame e o Porto Central, ao Sul, a capacidade de movimentação da carga será elevada para 40 milhões de toneladas ao ano.

A respeito da duplicação da BR-262, que será concedida junto com a BR-381, em Minas, Casagrande pediu agilidade ao presidente, que disse que vai encaminhar os pedidos ao Ministério da Infraestrutura.

 


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
País

Maia acusa Pazuello de crime e diz que populismo de Bolsonaro é “vírus”

Dia a dia

Maranata cria atendimento médico online para fieis com suspeita de Covid-19

Dia a dia

Vitória terá retorno das aulas presenciais a partir de março

Dia a dia

Defensoria Pública do ES e de outros 20 estados pedem liberação da vacina Sputnik V no Brasil