Capixaba será uma das primeiras pessoas a se vacinar na Inglaterra - ES360

Capixaba será uma das primeiras pessoas a se vacinar na Inglaterra

Áurea de Souza é enfermeira e gerencia um asilo com 52 idosos, no sudeste de Londres

Áurea de Souza. Foto: St Augustine
Áurea de Souza. Foto: St Augustine

Uma enfermeira capixaba está entre as primeiras pessoas na fila para se vacinar contra a covid-19 no Reino Unido. Segundo a BBC Brasil, Áurea de Souza, de 38 anos, gerente de um asilo em Londres, está entre as pessoas aprovadas pelo governo inglês para ser imunizada.

A capixaba mora na Inglaterra desde 2006. Ela é responsável por uma equipe de dezenas de profissionais e supervisiona 52 idosos que vivem na instituição. Por conta da pandemia, ela conta que os moradores do asilo não têm contato direto com familiares desde março.

Para evitar que os idosos fossem infectados pelo coronavírus, Áurea de Souza teve que mudar a própria vida e limitar as visitas no asilo onde trabalha. “A gente teve que tomar medidas drásticas. Eu me mudei para o asilo. Por três meses, fiquei morando aqui dentro”, contou à BBC.

A enfermeira capixaba tinha viagem marcada para o Brasil para participar do casamento do irmão. No entanto, ela desistiu de vir e conta que não sabe quando vai poder viajar para outro lugar.

Áurea lamenta a situação do Brasil. “Fico triste pelo Brasil porque eles não têm o suporte que nós temos”, disse.

O Reino Unido foi a primeira nação ocidental a anunciar a vacinação em massa da população, na semana passada. Outros países já anunciaram a compra de milhões de doses de vacinas contra a covid-19.


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
Dia a dia

41 municípios capixabas não adquiriram todos os EPIs para o retorno das aulas

Dia a dia

Espírito Santo tem 30 óbitos pela covid-19 e 1.246 casos em 24 horas

País

Bolsonaro sobre o leite condensado: ‘É para enfiar no rabo da imprensa’. Veja o vídeo

Dia a dia

Maranata cria atendimento médico online para fieis com suspeita de covid-19