Campanha busca arrecadar material escolar para crianças do ES - ES360

Campanha busca arrecadar material escolar para crianças do ES

São 750 crianças, de 4 a 16 anos, cadastradas no Instituto Rua do Céu

Instituto Rua do Céu. Foto: Divulgação
Instituto Rua do Céu. Foto: Divulgação

 

A volta às aulas requer muitas vezes um investimento em material escolar. Algumas crianças têm o privilégio de escolher cada detalhe. Mas essa não é a realidade de todas elas. Para garantir o básico para um início de ano letivo de pelo menos 100 crianças carentes dos bairros Flexal e Sotelândia, em Cariacica, e da Ilha do Príncipe, em Vitória, o “Rua do Céu” promoveu uma campanha nas redes sociais.

O grupo atua há quatro anos em bairros periféricos da Grande Vitória levando esperança às crianças. A estudante Brenda Castro, 22 anos, é uma das voluntárias do “Rua do Céu” e explica que a ideia é levar amor em forma de brincadeiras, conversas e oficinas aos meninos e meninas que moram em regiões vulneráveis. “Acreditamos que o coração de uma criança é de quem chega primeiro, ou seja, queremos que o carinho alcance elas antes da violência das ruas”.

Em meio a vivência do projeto que já atua em bairros de Cariacica, Vila Velha, Vitória e Muniz Freire, os colaboradores identificaram a necessidade de arrecadar materiais escolares para as crianças que os pais não tem condições de comprar. Foram identificadas 100 nos bairros Flexal e Sotelândia, em Cariacica, e da Ilha do Príncipe, em Vitória. E é por meio das redes sociais que o grupo faz a divulgação da campanha.

As crianças precisam de doação de borracha, lápis, lápis de cor, caderno e mochila. Para doar o material, basta entrar em contato com o grupo por meio do Instagram do Rua do Céu ou no telefone (27) 99845-6892. O escritório do Rua do Céu fica em Novo México, Vila Velha.

Instituto Rua do Céu. Foto: Divulgação
Instituto Rua do Céu. Foto: Divulgação

 

Rua do Céu

Há quatro anos o César Magno, tio Cesinha, mobilizou um grupo na Igreja Missão da Praia da Costa para promover brincadeiras e levar carinho para as crianças do bairro Boa Vista, em Vila Velha. O movimento cresceu para além da igreja e, atualmente, reúne 45 colaboradores de todas as vertentes religiosas, mas com o propósito de levar esperança às pequenos carentes. Ao todo, o Instituto tem 750 crianças de 4 a 16 anos associadas.

Para abranger um maior número de crianças e comunidades, o grupo se dividiu. Atualmente há atividades todos os sábados, das 14h às 16h. Elas acontecem nos bairros Itapuã e Divino Espírito Santo (Vila Velha), na Ilha do Príncipe (Vitória), Sotelândia, Jardim Botânico e Flexal (Cariacica), Vale do Sol e Soteco (Viana) e Parque dos Palmares (Muniz Freire).

Para dar conta de tanta criança, é preciso muita organização. Brenda explica que a frequência nas atividades de sábado é monitorada para que a criança possam seguir associadas ao projeto. Durante o tempo que elas estão junto aos voluntários são proporcionadas brincadeiras e conversas. Em alguns bairros, voluntários dão aulas de dança, artes marciais, capoeiras. Mas há a necessidade de voluntários com habilidades nessas áreas para atuar nos bairros que eles ainda não tem.

Mais notícias
Dia a dia

Vereador da Serra morre em acidente na BR-101

Cult

Programação dos blocos de rua na Grande Vitória

Dia a dia

Vitória registra a 2ª maior temperatura entre as capitais

Bem-estar

Sinal verde para o bloco da saúde