Bolsonaro publica trecho de vídeo de reunião e reforça ideia de armar população - ES360

Bolsonaro publica trecho de vídeo de reunião e reforça ideia de armar população

Presidente compartilhou em suas redes sociais trecho do vídeo da reunião ministerial de 22 de abril em que prega o posicionamento de armar o povo para "impedir uma ditadura no País"

O presidente Jair Bolsonaro reforçou hoje, 23, a ideia de armar a população como forma de evitar uma ditadura. O chefe do Executivo compartilhou em suas redes sociais trecho do vídeo da reunião ministerial de 22 de abril em que prega o posicionamento de armar o povo para “impedir uma ditadura no País”.

“Como se começa uma ditadura? Desarmando o povo. O bem maior do homem? Sua liberdade”, escreveu. No vídeo, Bolsonaro exige providências do ministro da Defesa, Fernando de Azevedo e Silva, e do então ministro da Justiça, Sérgio Moro. Em observação, Bolsonaro acrescenta na publicação ainda que o trecho do vídeo tem “tem ‘palavrões'”.

“Por isso que eu quero, ministro da Justiça e ministro da Defesa, que o povo se arme! Que é a garantia que não vai um filho da puta aparecer pra impor uma ditadura aqui! Que é fácil impor uma ditadura! Facílimo! Um bosta de um prefeito faz uma bosta de um decreto, algema, e deixa todo mundo dentro de casa. Se estivesse armado, ia para a rua”, disse o presidente no vídeo No trecho, Bolsonaro cita também que, se ele fosse ditador, ia querer desarmar a população.

A gravação da reunião interministerial do dia 22 foi liberada ontem (22) pelo ministro Celso de Mello, decano do Supremo Tribunal Federal e relator do inquérito que investiga a acusação de que o presidente teria interferido politicamente na Polícia Federal (PF). O vídeo é uma das provas do caso indicada por Sergio Moro de que Bolsonaro queria alguém de sua confiança para a direção da superintendência do órgão no Rio de Janeiro.


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
Eleições 2020

Com suspeita de covid, Gandini suspende agenda de campanha em Vitória

Eleições 2020

Após denúncias de disparos em massa, 256 contas são banidas do WhatsApp

País

DOU extra traz revogação de decreto sobre PPI na saúde pública

Dia a dia

Covid-19: Espírito Santo tem 9 mortes e 788 casos em 24 horas