Bolsonaro provoca Witzel após afastamento do governador - ES360

Bolsonaro provoca Witzel após afastamento do governador

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) determinou o afastamento imediato de Witzel, que nega as acusações

Presidente da República, Jair Bolsonaro. Foto: Isac Nobrega/PR
Presidente da República, Jair Bolsonaro. Foto: Isac Nobrega/PR

O presidente Jair Bolsonaro riu ao comentar o afastamento do governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), por supostos desvios na área da Saúde. “O Rio está pegando, o Rio está pegando hoje. Está sabendo do Rio hoje? Governador já… Quem é teu governador?”, reagiu Bolsonaro a um apoiador que o questionou sobre a situação do Estado, na saída do Palácio da Alvorada, nesta sexta-feira (28). Em seguida, o homem disse que o governador agora é “o vice”. “Está acompanhando”, respondeu Bolsonaro, aos risos.

> Lava Jato: esquema Witzel planejava arrecadar R$ 400 milhões

Em 26 de maio, quando o ex-aliado foi alvo de buscas, o presidente falou para apoiadores, também com um sorriso no rosto: “parabéns para Polícia Federal”.

Nesta sexta-feira, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) determinou o afastamento imediato de Witzel, que nega as acusações e afirma ser alvo de “interesses políticos”. A Procuradoria-Geral da República chegou a pedir a prisão do governador, mas o STJ negou.

O vice-governador Cláudio Castro deve assumir provisoriamente a função. Pela manhã, o STJ também expediu um mandado de prisão contra o Pastor Everaldo, presidente do PSC, que já foi preso pela Polícia Federal. Everaldo batizou Bolsonaro no Rio Jordão.

Estadão Conteúdo


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
Dia a dia

Covid-19: Espírito Santo tem 15 óbitos em 24 horas; total chega a 3.755

Dia a dia

Casagrande se diz surpreso com recuo da aquisição das vacinas pelo governo

País

CCJ do Senado aprova indicação de Kassio Marques para o STF

País

Doria divulga vídeo de reunião com Pazuello para provar acordo