Bloco do imposto: Carnaval com mais de 40% de tributo - ES360

Bloco do imposto: Carnaval com mais de 40% de tributo

Em média, o governo arrecadará 41% de tributos sobre os produtos mais consumidos nesta época do ano

Carnaval. Foto: Pixabay
Carnaval. Foto: Pixabay

 

A folia já começou, e quem pretendem aproveitar a folia deve preparar o bolso. O carnaval é momento de consumo, e muitos produtos usados pelos foliões chamam a atenção pela alta carga tributária. Em média, o governo arrecadará 41% de tributos sobre os produtos mais consumidos nesta época do ano.

O levantamento feito pelo advogado tributarista Samir Nemer aponta que um dos itens mais consumidos nesta festa, as bebidas, são disparadas as mais tributadas, por exemplo: a caipirinha tradicional (cachaça e limão), tem 76,66% de tributos; seguida pelo chope, 62,20%; pela lata ou garrafa de cerveja, com 55,60%; pela lata de refrigerante, com 46,47%; e a água mineral, com 37,44%.

As fantasias também estão entre os itens com maior carga tributária: fantasia de tecido, 36,41%; máscara de plástico, 43,93%; ou confeccionada com lantejoulas, 42,71%; o apito, 34,48%; colar havaiano, 45,96%; o spray de espuma, 45,94% e o confete, 43,83%.

Quem vai viajar também não escapa. passagem aérea possui 22,32% de impostos enquanto o preço da hospedagem fica em torno dos 29,5%. E nem a praia fica de fora: são 44% de impostos nos óculos de sol e 37% de impostos no guarda-sol.

O advogado explica que “o ICMS e o IPI são os impostos que mais oneram os preços das bebidas, que especialmente nesta época do ano elevam as vendas de bares, restaurantes e até de vendedores ambulantes”.

Tributos no exterior

Os impostos cobrados em alguns países europeus, até mesmo na América Latina, é ainda mais alto que no Brasil. O especialista comenta que a sensação que se tem é diferente, afinal, no país os tributos são menos direcionados para a população.

Segundo Nemer, o sistema tributário brasileiro é altamente regressivo, pois foca em impostos sobre consumo e não sobre renda ou propriedade, trazendo maior impacto proporcional sobre os mais pobres da população.

Veja a carga tributária dos itens mais consumidos no Carnaval:

Carga tributária dos itens mais consumidos no Carnaval. Foto: Samir Nemer


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
Teste

Teste do campo de Autoria

Bem-estar

"O ES pode colapsar junto", afirma secretário de Saúde

Dia a dia

Saiba como agendar a vacina contra covid no Espírito Santo

Esportes

Olimpíada deve receber número limitado de torcedores