Aumentou para 3,1 mil o número de desalojados no Espírito Santo - ES360

Aumentou para 3,1 mil o número de desalojados no Espírito Santo

Mais 422 pessoas tiveram que deixar suas casas e procurar abrigos públicos ou a casa de parentes e amigos

Distrito de Duas Barras, em Iconha. Foto: Internauta
Distrito de Duas Barras, em Iconha, foi atingido pelas fortes chuvas. Foto: Internauta

 

Aumentou para 3.191 o número de desalojados pelas chuvas que atingem o Espírito Santo desde a última sexta-feira (17). Segundo o último boletim divulgado pela Sesp (Secretaria estadual da Segurança Pública e Defesa Social), às 17 horas desta quinta-feira (17), mais 422 pessoas tiveram que deixar suas casas e procurar abrigos públicos ou a casa de parentes e amigos.

> Confira os locais de coleta de doações para vítimas da chuva no ES

A situação mais grave continua sendo a região sul do estado. Alfredo Chaves ainda registra o maior número de desalojados: 1.107 pessoas. Em Vargem Alta a situação também é crítica e já somam 992 desalojados e 58 desabrigados. No município de Iconha, foram contabilizados 989 desalojados e 13 desabrigados. Anchieta registrou 92 desalojados e 3 desabrigados. Em Rio Novo do Sul têm 11 desalojados e 4 desabrigados.

A CEPDEC (Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil) informou que os órgãos estaduais e concessionárias de água e energia elétrica estão restabelecendo os serviços públicos em Iconha. Em Alfredo Chaves, ainda há três comunidades sem acesso: Ipê, Açu, Três Cruzes e Piemonte. Vargem Alta somam oito distritos sem acesso: Córrego Alto, São Júlio, Morro do Sal, Córrego do Ouro, Ipê, Pio Monte, São Carlos e Alto Boa Vista. Há uma família isolada no distrito de Bom Destino de Tombas, em Muniz Freire, devido a interdição da estrada de acesso da comunidade.

Aracruz teve o maior acumulado de chuva das últimas 24 horas: 195,05 mm. O município apresentou vários pontos de alagamento no bairro Santa Rita, no distrito de Jacupemba. Também houve transtornos nos bairros Santa Marta e Barra do Riacho. A água já escoou, e os desalojados já retornaram para as suas residências.

> DER trabalha nas desobstruções de vias no Sul do Espírito Santo

Além de Alfredo Chaves, também declararam estado de calamidade pública as prefeituras de Iconha, Rio Novo do Sul e Vargem Alta – decretos já homologados pelo governo estadual e reconhecidos pelo governo federal estaduais e federal. O reconhecimento federal da situação de emergência também permite às prefeituras pedir recursos da União para ações de socorro, assistência às vítimas, restabelecimento de serviços essenciais e reconstrução. Os moradores de áreas afetadas que tenham sido diretamente prejudicados podem buscar alguns auxílios, inclusive financeiros, oferecidos pelos governos municipais, estaduais e federal.

Mais notícias
Esportes

Para Colômbia, é ‘improvável’ receber voo da Seleção Brasileira

Política

Cartório 'censura' escritura da mansão de Flávio Bolsonaro

Dia a dia

Governo do ES abre mais de 10 leitos de UTI em Vitória

País

Maioria dos bares respeita restrição no Rio