Aulas presenciais nas escolas de Colatina não voltam em 2020 - ES360

Aulas presenciais nas escolas de Colatina não voltam em 2020

A decisão não vai contra o governo do Estado, que deu autonomia para os municípios decidirem sobre o retorno das aulas presenciais na rede municipal

O prefeito de Colatina, Sérgio Meneguelli, anunciou nas redes sociais na manhã desta terça-feira (29) que as aulas presenciais no município continuarão suspensa neste ano. Na última sexta-feira (25), o governo do Estado retirou a proibição das atividades escolares em todo o Estado a partir do dia 5 de outubro.

> Aulas presenciais do ensino médio da rede estadual voltam no dia 13 de outubro

A decisão não vai contra o governo do Estado, que deu autonomia para os municípios decidirem sobre o retorno das aulas presenciais na rede municipal. “Cada município vai ficar responsável por definir se estão preparados ou não para esse retorno e não há a necessidade de avisar a Sedu. Não existe uma hierarquia quanto a isso”, explicou o secretário da Educação, Vitor de Angelo.

Segundo o prefeito, o calendário escolar vai se encerrar no dia 23 de dezembro junto com a rede estadual, mas de forma remota. Para Meneguelli, voltar com as aulas presenciais agora vai ser uma forma de prejudicar aqueles que estão se preservando contra a covid-19.

> SindEducação aciona Justiça contra volta às aulas

“Nossos professores têm feito um esforço enorme, com atividades através da internet, levando o material para aqueles que não têm acesso. A decisão das aulas voltarem ou não em Colatina dependeria dos professores, da opinião dos pais e nós fizemos estudos. A maioria tanto dos professores, quanto dos pais, é contra a volta das aulas presenciais neste ano”, ressaltou o prefeito.

Veja o anúncio na íntegra


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
Dia a dia

Deputado pede investigação de Heleno por monitorar ambientalistas

Dia a dia

Covid-19: Espírito Santo volta a registrar mil casos em 24 horas

Dia a dia

Mortes violentas no Espírito Santo crescem em ritmo maior que no Brasil

País

Lewandowski nega recurso da Globo e manda ao TJ do Rio caso das “rachadinhas”