Até fim de março, ES deverá ter recebido 925 mil doses de vacina - ES360

Até fim de março, ES deverá ter recebido 925 mil doses de vacina

O cálculo não é oficial, mas leva em consideração as 55,5 milhões de doses que devem ser recebidas pelo país e as distribuições anteriores realizadas pelo Ministério da Saúde

Pazuello diz esperar 'avalanche' de propostas de vacinas, mas não cita datas. Foto: Maksim Goncharenok/Pexels
Vacina contra a covid-19. Foto: Maksim Goncharenok/Pexels

Na corrida para impedir a transmissão do novo coronavírus, começa a acelerar o passo. A previsão é que o estado receba até o final de março cerca de 925 mil doses de diversas vacinas contra a covid-19. O cálculo não é oficial, mas leva em consideração as 55,5 milhões de doses que devem ser recebidas que pelo país e as distribuições anteriores realizadas pelo Ministério da Saúde.

Com o anúncio das novas aquisições, o governo federal deve receber até março mais 55,5 milhões de doses de diversas vacinas. De acordo com o Ministério da Saúde, serão entregues 10 milhões de doses da vacina Sputinik V e 8 milhões da Covaxin até o próximo mês. A expectativa também é por 17,3 milhões de doses da CoronaVac — cujo Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA) para a produção de 8,6 milhões de doses chegaram nesta quarta-feira (3) em São Paulo -, 1,6 milhão de doses que serão recebidas via Covax Facility e 10 milhões de doses negociadas com o Instituto Serum, da Índia.

Caso o Ministério da Saúde faça a distribuição das doses que o país receberá até março de forma proporcional aos envios anteriores, o Espírito Santo deve receber um total de 925 mil vacinas. Até esta sexta-feira (5), o estado já recebeu 153.020 doses da Coronavac e da Oxford-AstraZeneca. Desse total, na fase 1 foram enviadas aos municípios 113.003 doses para vacinar o grupo prioritário que são os profissionais da Saúde que estão na linha de frente do combate à pandemia, indígenas, idosos residentes em instituições de longa permanência, deficientes institucionalizados e, por último, idosos acima de 90 anos.

Ritmo lento

Apesar do aumento de ofertas da vacina, a velocidade da vacinação no país ainda está longe do ideal. O Brasil alcançou a marca de 3.598.838 pessoas vacinadas contra a covid-19, o que representa apenas 1,69% da população de 211,8 milhões de habitantes. Se o país mantiver o atual ritmo de vacinação, levará três anos para imunizar 70% da população. Se essa velocidade se mantiver, só em 2024 o país atingiria a cobertura que permite a volta ao “velho normal”. Devido à escassez de insumos e vacina, o governo federal liberou estados e municípios a adequarem seus planos às realidades locais. A falta de coordenação pelo Ministério da Saúde tem sido apontada como um entrave para a vacinação no país — quanto menos vacinas, mais complexo é organizar a fila de vacinação e suas prioridades.

Outros países latino-americanos estão ainda mais atrasados que o Brasil, como é o caso da Argentina (0,8%), México (0,5%) e Chile (0,4%). Por terem se movimentado antes e comprado mais vacinas, nações ricas como Estados Unidos, Reino Unido, Israel e Emirados Árabes Unidos estão no caminho para chegar aos mágicos 70% ainda em 2021, segundo dados do projeto Our World In Data, da Universidade de Oxford.

Imunização de idosos acima de 90 anos

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) distribuiu doses da Coronavac na última quarta-feira (3) e os municípios capixabas começaram a vacinar sua população com mais de 90 anos, grupo prioritário na faixa etária de idosos na primeira fase da campanha de imunização. São 18.041 para atender o público-alvo com a aplicação inicial do imunizante. A segunda dose será feita com a nova remessa programada para os próximos dias.

À medida que os imunizantes forem chegando, a Secretaria de Estado da Saúde vai ampliar a cobertura vacinal dos trabalhadores de saúde, hoje em 72%, e também atender outras faixas etárias da população idosa. Na primeira fase da campanha de vacinação, deverão ser contempladas as pessoas com 75 anos ou mais.


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
Dia a dia

Apenas 3 municípios do ES aderiram à compra direta de vacinas

País

MP encerra grupo que investigava Flávio Bolsonaro

Política

Coaf tenta barrar investigação da PF no caso Flávio

Dia a dia

Maranata leva ensinamentos a pessoas com deficiência