Artistas nacionais e capixabas estreiam novo formato on-line do Circuito Banestes de Teatro - ES360

Artistas nacionais e capixabas estreiam novo formato on-line do Circuito Banestes de Teatro

Peça estrelada por Heloísa Perissé abrirá festival, serão oito apresentações entre outubro e dezembro

A partir do dia 25 deste mês, uma variedade de espetáculos com artistas célebres da cena teatral brasileira marcará o início da 11ª edição do Circuito Banestes de Teatro. Após ter sido lançada em março deste ano, a programação do festival foi suspensa por conta da pandemia do novo coronavirus e será retomada no fim do mês com espetáculos on-line estrelados por nomes conhecidos da dramaturgia nacional.

O Teatro Universitário da Ufes abrirá as cortinas do circuito à distância para receber a atriz Heloisa Perissé com a peça “E foram quase felizes para sempre”. O festival será encerrado direto do Palácio Sônia Cabral com homenagem ao escritor cachoeirense Rubem Braga. O circuito terá acesso on-line gratuito e respeitará todas as normas de segurança da OMS, seguindo sem a presença de plateia.

Além do novo formato, o evento arrecadará doações para o movimento social “SOS Graxa ES”, através de QR Code durante as apresentações. O objetivo é ajudar profissionais que atuam no setor cultural. As transmissões serão realizadas por meio dos canais do Youtube e Facebook da WB Produções, e ficarão disponíveis pelo período de um mês. A estimativa é que o evento alcance até 30 mil pessoas.

As peças:

“E foram quase felizes para sempre”:

25 de outubro às 18h
A comédia dirigida por Suzana Garcia é encenada pela atriz Heloisa Perissé. Em um monólogo, a personagem retrata a noite de autógrafos da escritora Letícia Amado, que viaja um ano e meio pesquisando roteiros inesquecíveis dos melhores destinos para lua de mel. Durante este período, a personagem se separa do marido, e na noite de autógrafo de lançamento do livro, vê o ex-marido beijando uma nova namorada.

“Crash, Ensaio sobre a Falência”:

01 de novembro às 18h
A Cia Teatro Urgente traz o espetáculo “Crash, Ensaio sobre a falência”. Em um ensaio de 40 minutos, a peça unirá pensamentos críticos da pós-modernidade com a condição humana. Fatos como a queda da Bolsa de Valores e as manifestações anticapitalistas servem de base para a discussão sobre a falência social da sociedade. O texto original faz referência à “Millennium People”, de J.G Ballard, e “O banquete cirúrgico”, de Magno Godoy.

“Romeu & Julieta (E Rosalina)”:

07 de novembro às 20h
O espetáculo inédito com Júlia Rabello é uma comédia de 45 minutos de duração. É dirigido por Fernando Philbert e tem roteiro de Gustavo Pinheiro. A peça traz Rosalina, o primeiro amor de Romeu, em uma versão divertida do clássico de Shakespeare, passando por temas como sororidade, independência, liberdade e solidão.

“A Culpa”:

13 de novembro ás 20h
Estrelado por Luiz Carlos Cardoso, o monólogo, com duração de 40 minutos, se aprofunda na alma do homem moderno. A peça foi criada coletivamente pelo ator Luiz Carlos Cardoso e o diretor Carlos Ola, inspirada nas obras de Kafka e tem como cenário diversos países. “Quem manda e quem obedece? Até onde vão as relações de hierarquia e subordinação que enfrentamos todos os dias, inclusive dentro de casa? Pede-se licença a Kafka para dar um novo significado ao seu discurso, flertando com a dança experimental de Jeremias Schaydegger para (tentar) responder a essas perguntas. A culpa é de todos.”

“Matheus Ceará no show LaiveM Ele Com Graça”:

14 de novembro às 20h
O cearense Matheus Ceará, conhecido do público desde 2010, apresenta o “LaiveM Ele Com Graça”, trazendo momentos engraçados de convivência e sobre o novo normal. O humorista traz situações do dia a dia dos casais, dicas engraçadas sobre traição e boas piadas clássicas. O espetáculo é de sua própria autoria com produção executiva de Priscila Geglio.

“Nany é Pop”:

21 de novembro às 20h
Escrito, dirigido e estrelado pela atriz e humorista Nany People, o espetáculo de 70 minutos traz uma personagem romântica, passional, com dor de cotovelo ou “catraca livre”, em um solo e divertido musical. O espetáculo, interativo e cheio de boa música, vai contagiar e trazer emoções à plateia do início ao fim. Arte e designer de Marcos Guimarães, direção musical de Ricardo Severo.

“A Mais Forte”:

29 de novembro às 18h
Baseado no texto de August Strindber, do Grupo Boyasha Trupe de Teatro, “a peça conta a história de uma ex-atriz e sua indignação com a amante do marido”, afirma a atriz Sandra Soares. O reencontro entre as duas personagens se passa num café para senhoras em Estocolmo, em 1880. Sandra contracena com Amanda Montanari. Elas revezam os papéis a cada apresentação.

“Rubem Braga – A vida em voz alta”:

04 de dezembro às 20h
O encerramento do Circuito Banestes de Teatro ficará com a peça dirigida por Leonardo Magalhães e escrita por Duilio Kuster. Baseando-se em crônicas, poemas e passagens biográficas de Rubem Braga, o monólogo “Rubem Braga: A Vida em Voz Alta” tem como ambiente o apartamento do escritor – em meio a recordações sobre amigos e amores, a infância, a carreira jornalística e literária e a luta contra o autoritarismo – imaginando que poderia ser a sua última crônica, ou apenas só mais um trabalho.

Para mais informações, procure as redes sociais da WB Produções ou ligue no telefone (27) 3376-0933.


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
Dia a dia

Rio Doce: MPF pede na Justiça que todos os atingidos recebam indenização como a de Baixo Guandu

Dia a dia

Bolsonaro vai reeditar decreto sobre inclusão de UBS em plano de privatizações

País

‘O governo vai comprar vacina desenvolvida na China’, diz Mourão a revista

Dia a dia

VÍDEO: veículo explode e deixa um morto em Vitória