ArcelorMittal Tubarão religará terceiro alto-forno a partir de outubro - ES360

ArcelorMittal Tubarão religará terceiro alto-forno a partir de outubro

Segundo a empresa, o religamento é uma decisão estratégica diante da aparente tendência de recuperação pela qual o setor vem passando

Alto-Forno 3 da ArcelorMittal Tubarão. Crédito: ArcelorMittal Tubarão/Divulgação
Alto-Forno 3 da ArcelorMittal Tubarão. Crédito: ArcelorMittal Tubarão/Divulgação

A ArcelorMittal Tubarão informou vai religar seu terceiro alto-forno, parado desde abril deste ano por conta do cenário econômico desfavorável. A volta do equipamento, no momento em fase de limpeza e pequenas manutenções necessárias para retomar sua operação,  deverá ocorrer a partir da segunda semana de outubro, se o cronograma não sofrer algum contratempo. Para o governo do Espírito Santo, a decisão da empresa pode contribuir para a melhora no Produto Interno Bruto (PIB) do Espírito Santo, que teve queda de 5,9% no segundo trimestre

Segundo a empresa, o religamento é uma decisão estratégica diante da aparente tendência de recuperação pela qual o setor vem passando. “Embora ainda seja cedo para avaliar os próximos cenários, incluindo se haverá retomada e se ela será sustentável, a empresa quer estar preparada para uma maior e mais rápida flexibilização operacional, caso o mercado continue respondendo positivamente”, afirmou, por nota.

Com a volta da operação do equipamento, que tem capacidade nominal de 2,8 milhões de toneladas por ano, a ArcelorMittal Tubarão seguirá operando seus três altos-fornos com suas capacidades reduzidas, visando atender aos clientes que começam a retomar gradualmente o consumo e para garantir a otimização operacional da planta.

Assim como tem feito em toda a sua operacionalização desde o início da pandemia, o processo de religamento do Alto-Forno 3 da ArcelorMittal Tubarão seguirá rigorosamente todas as orientações e protocolos recomendados pelas autoridades da área de saúde para controle da disseminação da covid-19 entre seus empregados e terceiros.

Isso inclui, entre outras ações, distância de segurança em todas as salas de controle, com marcação no solo para sinalizar; distanciamento seguro nos ambientes coletivos, incluindo os refeitórios e veículos; reforço nas ações de higienização dos espaços internos e desinfecção de ferramentas de uso coletivo utilizando lâmpadas de UV-C.

Além disso, a empresa continua com a implantação do trabalho remoto para as funções administrativas, distribuição de máscaras de tecido para usar no transporte coletivo e dentro da usina, medição da temperatura de todos que acessam à empresa, disponibilização de atendimento psicossocial extensivo aos familiares e intensificação das campanhas orientativas.

A Secretaria de Estado de Desenvolvimento (Sedes) avalia que a decisão estratégica da ArcelorMittal Tubarão de religar o terceiro alto-forno, em outubro, é de grande importância para o setor siderúrgico. O anúncio da empresa traz uma mensagem positiva com relação à demanda interna e externa, contribuindo para a retomada econômica do Estado do Espírito Santo, com reflexos positivos no Produto Interno Bruto (PIB) capixaba.

 


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
Política

Bolsonaro cede vice-lideranças ao Centrão

Mundo

Na Flórida, Trump usa crescimento do PIB para frear ascensão de Biden

Dia a dia

Bolsonaro vai reeditar decreto sobre inclusão de UBS em plano de privatizações

Dia a dia

Rio Doce: MPF pede na Justiça que todos os atingidos recebam indenização como a de Baixo Guandu