Arcebispo de Vitória permite reabertura gradual de igrejas no ES - ES360

Arcebispo de Vitória permite reabertura gradual de igrejas no ES

Missas da igreja católica não podiam ser realizadas com mais de 50 pessoas desde março

Dom Dario Campos é arcebispo de Vitória desde 2018. Foto: Divulgação

Fechadas há mais de três meses por conta da covid-19, as igrejas do Espírito Santo podem voltar a funcionar até o final desta semana. Em um ofício divulgado nesta segunda-feira (29), o arcebispo de Vitória, dom Dario Campos, permitiu a reabertura gradual das atividades presenciais nos templos católicos, especialmente para a realização de missas.

Mas, para que isso ocorra, será preciso que diáconos, padres e fiéis sigam uma série de protocolos sanitários. Entre as medidas, recomenda-se a disponibilização de álcool em gel na entrada dos templos e durante as missas; utilização do termômetro para aferição de temperatura; organização das pessoas em filas para acessar o templo e se movimentarem em seu interior, respeitando o distanciamento social; além de oferecimento de vários horários de celebrações, para não haver aglomeração.

Segundo o arcebispo, é obrigatório que todas as paróquias “respeitem as medidas de prevenção contra a covid-19 para voltarem à atividade”. Além disso, Dom Dario também alega que elas precisam ficar atentas ao Mapa de Gestão de Risco do governo estadual, o qual aponta quais cidades estão com um risco elevado de contaminação. Se a situação ficar grave em alguns municípios, novas orientações serão passadas.

“Para que as paróquias situadas geograficamente nos municípios de grupo de risco baixo, moderado e alto (ilustrados com as cores verde, amarela e vermelha no Mapa de Gestão de Risco oferecido pelo Governo do Estado do Espírito Santo) possam programar Atos Litúrgicos (Missas e Celebrações da Palavra de Deus) em todas as Comunidades Eclesiais de Base, necessitam considerar e observar as orientações das autoridades sanitárias”, diz o documento.

Hoje, os 15 municípios que compõem a Arquidiocese (Afonso Cláudio, Alfredo Chaves, Anchieta, Brejetuba, Cariacica, Domingos Martins, Fundão, Guarapari, Marechal Floriano, Santa Leopoldina, Santa Maria de Jetibá, Serra, Viana, Vitória, Vila Velha) estão nas faixas vermelha e amarela, isto é, risco alto e moderado.

No ofício, Dom Dario também reforça a necessidade das pessoas em grupo de risco – idosos, gestantes, diabéticos, hipertensos e outros – permanecerem em casa. E, por isso, pede que haja um reforço nas atividades on-line das igrejas, como as Liturgias à distância. Os ”encontros catequéticos” e outras ”ações evangelizadoras” continuarão suspensas na forma presencial.

Ele pede, ainda, uma maior organização dentro dos templos, formando equipes para que aja a fiscalização dessas medidas. “Por fim, estabeleço também que os Párocos, Administradores Paroquiais e Vigários Paroquiais – contando com a colaboração de equipes de Celebração – organizem e treinem equipes de serviço para que essas orientações sejam colocadas em prática. Prezem especialmente as Celebrações sejam mais céleres, isto é, breves”, afirma.

Atualmente, as igrejas só podiam fazer celebrações com, no máximo, 50 pessoas. Um decreto do dia 20 de março, assinado pelo governador Renato Casagrande (PSB), proibiu o funcionamento dos templos de todas as religiões por não serem consideradas atividades essenciais.

Apesar de um decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) no dia 26, permitir a reabertura das igrejas, as lideranças religiosas do Espírito Santo decidiram manter as portas fechadas.


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
País

Ministério da Saúde registra 602 novos óbitos pela covid-19

Dia a dia

Ocupação geral de leitos de UTI no ES é de 89,52%

Esportes

Flamengo vence Volta Redonda e espera o Fluminense na final da Taça Rio

País

Martha Rocha, a primeira Miss Brasil morre aos 83 anos