Após dias de queda expressiva, ES tem 14 óbitos pela covid-19 em 24 horas - ES360

Após dias de queda expressiva, ES tem 14 óbitos pela covid-19 em 24 horas

Em casos confirmados, já são 123.720 brasileiros com o novo coronavírus desde o começo da pandemia, 571 desses confirmados no último dia

Espírito Santo registra 24 mortes nas últimas 24 horas. Foto: Fusion Medical Animation/Unsplash
Coronavírus. Foto: Fusion Medical Animation/Unsplash

 

O Espírito Santo registrou 14 mortes pela covid-19 confirmadas nas últimas 24 horas, chegando ao total de 3.422 óbitos desde o começo da pandemia. Com isso, a média móvel de novas mortes no Estado nos últimos sete dias foi de 8,57 óbitos, uma variação de -25% em relação aos dados registrados em 14 dias. Após dois duas registrando queda expressiva no número de vítimas, o Espírito Santo teve um acréscimo neste domingo (20).

Em casos confirmados, já são 123.720 brasileiros com o novo coronavírus desde o começo da pandemia, 571 desses confirmados no último dia. A média móvel de casos foi de 330 por dia, uma variação de -27,75% em relação aos casos registrados em 14 dias. Dos contaminados, 113.819 já foram curados e outros 91.183 casos continuam sob suspeita.

Vila Velha lidera o número de infecções no estado, com 17.171 e 495 mortes. Serra soma 14.904 notificações e 482 óbitos. A Vitória está em terceiro com 14.773 casos e 421 vítimas. Na sequência está Cariacica, com 11.478 testes positivos e 438 mortos.

Linhares é o município do interior com o maior número de casos confirmados (6.718) e 126 mortes. Na sequência está Colatina, que registra 6.000 infectados e 117 óbitos. Cachoeiro de Itapemirim segue com 5.593 casos e 167 vítimas da covid-19.


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
Política

PDT entra com ação para que Estados e municípios decidam sobre vacinação

Política

Ministério da Saúde recua e diz que fala de Pazuello foi mal interpretada

Política

Casagrande defende compra de vacina chinesa

Bem-estar

Estudo indica como vírus se espalha em uma sala de aula