Ao menos quatro pessoas morrem e 52 são presas durante invasão ao Capitólio - ES360

Ao menos quatro pessoas morrem e 52 são presas durante invasão ao Capitólio

Uma mulher foi morta a tiros pela polícia e três outras pessoas morreram em emergências médicas, segundo as autoridades locais

A morte da mulher em meio à invasão do Capitólio em Washington será investigada. Ela foi atingida pelo disparo de um membro da Guarda do Capitólio, afirmou Robert Contee, Chefe da polícia metropolitana da capital, em coletiva de imprensa na madrugada desta quinta-feira (7). Além da vítima, Contee afirmou que outras três pessoas morreram nas imediações do Congresso, em razão de emergências médicas. Segundo boletim lido pelo policial, 14 oficiais ficaram feridos no conflito, um em estado grave. O chefe de polícia elogiou os esforços “na defesa pela democracia” dos Estados Unidos.

Contee afirmou que foram realizadas 52 prisões por desobedecer as restrições, quatro por carregar armas sem licença e uma por armamento proibido. Duas bombas foram encontradas, uma no diretório nacional do partido democrata e uma no do partido republicano. Segundo Contee, o trabalho da polícia foi o de isolar o perímetro após a retirada dos invasores, em um esforço conjunto entre polícias de Estados próximos e a guarda nacional, deslocados para a ocasião.

Sobre os próximos dias, quando o esforço poderá ser repetido, “se você não está envolvido com atividades ilegais, fique longe das ruas”, alertou o chefe de polícia.

Estadão Conteúdo


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
Mundo

Bolsonaro envia carta a Biden e fala em parceria por proteção ao meio ambiente

Dia a dia

Casagrande: 70 mil doses da Coronavac devem chegar ao ES no início de fevereiro

Mundo

Em discurso como presidente, Biden pede união nacional e alerta para a covid-19

Mundo

Biden promete derrotar ‘terrorismo doméstico’ e ‘supremacismo branco’