Alerta: golpistas simulam vacinação para invadir apartamentos na Grande Vitória - ES360

Alerta: golpistas simulam vacinação para invadir apartamentos na Grande Vitória

Criminosos têm se aproveitado da campanha de vacinação, que atualmente atende idosos acamados ou em situação restrita ao domicílio, para se passar por funcionários da Saúde e assaltar residências

EUA contratam Sanofi e GSK para produção de 100 milhões de doses de vacina. Foto: Angelo Esslinger/Pixabay
Vacina. Foto: Angelo Esslinger/Pixabay

 

Alerta! Golpistas estão se passando por funcionários das secretarias municipais de saúde em uma falsa vacinação contra covid-19 a domicílio. O alvo dos suspeitos são, principalmente, idosos.

Os relatos apontam que os criminosos visitam prédios vestidos como enfermeiros, com jaleco e roupa branca, pedindo para que o porteiro ou zelador acione o morador e libere a entrada. Logo depois, eles tentam assaltar o morador.

A reportagem teve acesso a um áudio em que uma mulher relata a tentativa de golpe em um apartamento. Pessoas de jaleco tentaram acessar um apartamento onde mora um idoso e, ao perceber que seriam abordados pela filha do idoso, fugiram do local. O áudio circulou em grupos de WhatsApp nesta semana.

De acordo com a secretária da pasta, Thais Campolina Cohen Azoury, a ação de oportunistas é antiga. Ela esclareceu que as equipes de Saúde já foram orientadas a redobrar os cuidados na identificação junto à comunidade.

“As atividades de assistência à saúde em domicílio, em geral, são pré-agendadas e realizadas por equipe identificada por jaleco da prefeitura e crachá de identificação”, explicou Thais.

“Algumas vezes a equipe não consegue estabelecer contato prévio devido aos telefones não estarem devidamente atualizados”, disse a secretária, reforçando a importância de que a população mantenha o contato telefônico atualizado nas Unidades Básicas de Saúde.

A Prefeitura de Vila Velha também produziu um vídeo informativo sobre o golpe, onde esclarece que a Secretaria de Saúde não entra em contato por telefone e não envia códigos para celulares dos moradores. As imunizações no municípios acontecem nos postos de Saúde. As vacinações para idosos acima de 90 anos acamados são previamente agendadas.

Como prevenir o golpe

A Polícia Civil frisa que caso a pessoa se identifique como profissional da Saúde, antes deixar entrar na residência, deve ser exigido crachá ou documento funcional, e confirme se esta pessoa realmente é funcionária da prefeitura, ligando para a Secretaria de Saúde.

Ainda segundo a polícia, as pessoas não devem fornecer informações pessoais, como números de documentos, cartão de crédito ou outros dados. Também não devem assinar documentos, nem formulários ou outros papéis. Em caso de suspeita de crime em andamento, deve acionar a polícia imediatamente por meio do Ciodes 190.

Caso o cidadão acredite que já tenha sido vítima de crime, deve registrar um Boletim de Ocorrência, na delegacia do município, munido de todo material que comprove o fato e auxilie nas investigações.


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
Dia a dia

ES é atingido por 11 mil raios; chuva continua até terça

Mundo

Araújo é advertido ao não usar máscara em encontro em Israel

Dia a dia

Covid: ES registra 14 mortes e 673 casos neste domingo

Dia a dia

Covid: Morre primeiro paciente transferido de SC para o ES