Rodoviários mantêm greve de ônibus - ES360

Rodoviários mantêm greve de ônibus

Sindicato diz que cumprirá decisão da Justiça, mantendo a circulação de 75% dos coletivos

– Motoristas e cobradores da Grande Vitória decidiram na tarde desta segunda-feira, dia 12, manter a greve de ônibus. Segundo o Sindirodoviários, a categoria acatará a decisão da Justiça mantendo a circulação de 75% dos coletivos, mas pede ao GVBus que informe o número de veículos em cada garagem.

– Em segunda votação, o sindicato decidiu que não aceitará a retirada de nenhum cobrador do sistema. A próxima Assembleia da categoria será realizada na terça-feira, dia 13, 16h, na Praça Oito.

– Os terminais de ônibus do sistema Transcol amanheceram fechados nesta segunda-feira. Os motoristas e cobradores protestam contra o início da operação dos 26 novos ônibus equipados com ar-condicionado e Wi-Fi. Os coletivos não terão cobradores e não receberão pagamento em dinheiro, somente no Cartão GV (do Bilhete Único Metropolitano). Até o final do ano serão 100 veículos com os aparelhos nas ruas.

Rodoviários vão definir destino da greve de ônibus nesta segunda-feira. Foto: Júnior Costa
Rodoviários vão definir destino da greve de ônibus nesta segunda-feira. Foto: Júnior Costa

– A Justiça determinou a circulação de 75% dos coletivos. Descumprimento pode acarretar em multa de R$ 100 mil por dia.

Sindicato recebe ordem judicial para manter circulação de 75% dos ônibus. Foto: Júnior Costa
Sindicato recebe ordem judicial para manter circulação de 75% dos ônibus: Júnior Costa

– Confira as propostas que foram discutidas durante a assembleia dos rodoviários:

1 – Não serão realizadas demissões de cobradores em decorrência da substituição de frota sem o respectivo posto de trabalho;

2 – Serão oferecidos cursos de capacitação para cobradores em conjunto com o GVBus e o Sistema SEST/SENAT para suprir as funções inerentes ao sistema de transporte, como por exemplo mecânico, fiscal, auxiliar administrativo, agente de vendas, etc;

3 – Também serão oferecidos cursos de requalificação para cobradores em conjunto com o GVBus e o Sistema SEST/SENAT para a capacitação em outras áreas, a escolha do profissional, de acordo com o seu perfil;

4 – Fortalecimento das escolas de formação de motoristas nas empresas;

5 – Garantia de não contratação de motoristas de fora do sistema;

6 – Os profissionais que atuam como cobradores atualmente terão prioridade na contratação para outras funções que não a de motorista;

7 – Só serão contratadas pessoas de fora do sistema caso, dentro dos cobradores, não haja mão de obra qualificada;

8 – Garantia de que a eliminação do posto de cobrador ocorrerá, gradativamente, somente com a entrada em operação dos veículos com ar-condicionado, o que está previsto para acontecer ao longo dos próximos 3,5 anos, até dezembro de 2022, na razão de cerca de 170 ônibus por ano;

9 – Criação de um grupo de trabalho de acompanhamento e gestão deste programa, com representantes da Secretaria de Mobilidade e Infraestrutura; da Companhia Estadual de Transporte de Passageiros (Ceturb_ES); do Sindirodoviários e do GVBus;

10 – Os motoristas dos veículos sem posto de trabalho de cobrador, em hipótese alguma, exercerão atividades de cobrança de passagens em espécie dos usuários. Referidos veículos somente aceitarão pagamento CARTÃOGV.

Mais notícias
País

Carrefour: ato de várias religiões homenageia João Alberto

País

Tarcísio de Freitas é o 14º ministro diagnosticado com covid-19

Cult

Paulinho da Viola faz sua primeira live neste sábado

Esportes

Tyson x Jones é o pontapé inicial para a liga das lendas nos EUA